Formação Portugal
16-08-17


No primeiro dia do mês, Marcelo Rebelo de Sousa promulgou o diploma da Assembleia da República que visa fomentar a desmaterialização dos manuais escolares, abandonando progressivamente os materiais em papel.


A tecnologia está a chegar cada vez mais às salas de aula, com a substituição dos manuais escolares tradicionais para livros e material escolar digital. A Nautilus, uma empresa portuguesa sediada no concelho do Porto, já instalou mais de 10 mil manuais digitais nas salas de aula das escolas portuguesas.

As crianças e jovens vão dizendo adeus aos cerca de 12 quilos que carregam nas mochilas diariamente e abraçando o “fomento, desenvolvimento e generalização da desmaterialização dos diversos recursos educativos”, conforme estipulou o diploma, da autoria do PEV, aprovado por maioria a 7 de julho, apenas com abstenção do CDS-PP.

“Para esta transição ser bem-sucedida, as salas de aula devem ser equipadas com a tecnologia adequada. (…). Os produtos Escola Interativa tornaram-se mais populares desde a implementação do Plano Tecnológico da Educação do Governo Português, cujo objetivo foi garantir a disponibilidade de um quadro interativo em cada três salas de aula em 2010”, explica a empresa tecnológica em comunicado.

No primeiro dia do mês, Marcelo Rebelo de Sousa promulgou o diploma da Assembleia da República que visa fomentar a desmaterialização dos manuais escolares, abandonando progressivamente os materiais em papel.


In Jornal Económico



Subscrever alertas

Ação

Pub

Status

1217286 vistas

6431 Anúncios

11653 usuários